TELEVISÃO: Josyara e Blitz the Ambassador estão no Metrópolis desta sexta (23/2)

Imagem
Foto Felipe Medeiros EDIÇÃO INÉDITA VAI AO AR NA TV CULTURA, A PARTIR DAS 19H20, COM ADRIANA COUTO E CUNHA JR.   Nesta sexta-feira (23/2) , a cantora, compositora e violonista baiana Josyara estará no Metrópolis , da TV Cultura , para falar sobre seu novo projeto, o EP Mandinga Multiplicação: Josyara canta Timbalada, em homenagem ao grupo. Apresentado por Adriana Couto e Cunha Jr. , o programa vai ao ar a partir das 19h20 .   No novo trabalho, a artista apresenta músicas em formato violão e voz, com repertório integral de canções da banda Timbalada, formada por Carlinhos Brown, em 1991. A cantora faz show de lançamento do novo projeto em São Paulo neste final de semana.   A edição inédita também traz uma entrevista com Blitz the Ambassador, produtor musical, cineasta e diretor do filme A Cor Púrpura , que concorre ao Oscar na categoria atriz coadjuvante. SIGA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM:   www.instagram.com/oblogueirooficial TIKTOK:  www.tiktok.com/@oblogueirooficial F

NEGÓCIOS: Evento na Agrishow desmistifica mercado de capitais para empresários rurais


IBDA apresentará aos participantes da feira os instrumentos privados de crédito para o agronegócio


Com o objetivo de ampliar o acesso de empresários rurais às informações sobre o mercado de capitais e instrumentos privados de crédito usados no financiamento do setor, o evento "O Agro e o Mercado de Capitais" acontecerá no dia 2, às 9h, no auditório do Centro de Cana, durante a Agrishow 2023 – 28ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, em Ribeirão Preto (SP).

O evento integra o road show realizado pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), o IBDA (Instituto Brasileiro de Direito do Agronegócio) e o IPA (Instituto Pensar Agropecuária) para aproximar produtores rurais dos instrumentos privados de crédito utilizados no financiamento do setor. A abertura contará com os deputados Pedro Lupion, Arnaldo Jardim, Itamar Borges da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Francisco Maturro, Nilson Leitão e o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira. Na sequência, um painel trará as "Oportunidades para o produtor rural", finalizando com casos práticos de CRA (Certificados de recebíveis do agronegócio) e Fiagro (Fundos de Investimento do Agronegócio).

"Esta é a iniciativa de maior destaque da CVM junto ao setor agro, levando conhecimento aos produtores sob a ótica do mercado de capitais", explica Renato Buranello, presidente do IBDA. A proposta da instituição é de que, em cada localidade, o evento tenha a parceria e o apoio de uma associação local. "A agricultura tem demandado cada vez mais recursos. Precisamos renovar e ampliar as fontes de financiamento, oferecendo alternativas privadas e fora do modelo anterior já conhecido, que conta com instrumentos e recursos públicos e direcionamento através das instituições participantes do Sistema Nacional de Crédito Rural. Essa iniciativa vai trazer uma concorrência sadia, facilitando a experiência do produtor rural", explica Buranello.

O Fiagro, por exemplo, tem tido um boom no mercado de capitais. Dados da B3 mostram que, no final do ano passado, o crescimento do patrimônio líquido do fundo foi de 544%.  O saldo total passou de R$ 1,6 bilhão para R$ 10,3 bilhões. Em fevereiro de 2023, conforme levantamento da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitai (Anbima), esse patrimônio já está em 11,1 bilhões. Para difundir conhecimento sobre o fundo, o IBDA acaba de lançar uma cartilha sobre o Fiagro que permite compreender o que são fundos de investimento, entender conceitos e normas vinculadas ao FIAGRO e às suas modalidades específicas, apontando as características principais, seu regime tributário e as normas subsidiárias que lhe são aplicáveis. A cartilha pode ser baixada gratuitamente pelo link: IBDA - Cursos de especialização em direito do agronegócio - IBDA (direitoagro.com)

Ao apresentar informações sobre os instrumentos de crédito ao produtor e investidores, o IBDA mostrará que ele precisa se organizar para ingressar no mercado de capitais. O presidente da instituição destaca que os contratos comerciais e as duplicatas geradas nas relações entre os produtores e seus agentes econômicos poderão ser "embalados" e levados ao mercado de capitais, com a distribuição desses papéis junto à população urbana e rural que poderá participar de uma atividade importante - o agronegócio - obtendo remuneração desse capital investido.

"Temos recursos públicos, recursos de tradings que antecipam ao produtor o preço da produção futura, das operações de barter que possibilitam a troca de insumos por CPR e queremos ampliar isso. A CPR pode ir ao mercado de capitais através de uma operação de CRA, como é feito em revendas e distribuidoras de insumos", detalha Buranello. "O produtor poderá ter acesso a recursos mais baratos porque há outras fontes de financiamento concorrentes com as já existentes, principalmente do mercado bancário. Será uma nova relação entre o produtor e quem empresta os recursos, sem a intermediação bancária."



Serviço:

Evento "O Agro e o Mercado de Capitais"

Data/horário: 2 de maio, a partir das 9h

Local: auditório do Centro de Cana, dentro do Agrishow - Rodovia Antônio Duarte Nogueira, Km 321 - Ribeirão Preto (SP)





Por @oblogueirooficial



SIGA NAS REDES SOCIAIS



CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE



MAIS ACESSADAS:

Tecnologia excludente

TECNOLOGIA: Modernização tecnológica contribui para sustentabilidade e melhora imagem de empresa para clientes e investidores

LITERATURA: Existe relacionamento perfeito?

NEGÓCIOS: Agrishow 2023

BELEZA: Especialista analisa os procedimentos estéticos dos participantes do BBB 23 "Exagerou"

Literatura empodera mulheres

NEGÓCIOS: Concretizando internacionalização, Agrotools anuncia diretor de operações na América do Norte

DECORAÇÃO: Design Dopamina

ENTRETENIMENTO: NFT.Brasil