MODA: Na reta final da Semana de Moda de Milão, Silvia Braz brilha em entrevista com Carol Trentini

Imagem
Em meio a tantos Além de brilhar em desfile da Gucci, Ferragamo e Dolce & Gabbana, Silvia Braz encontrou formas divertidas de transmitir ao público os insights dos shows das principais grifes da temporada     Vem chegando ao fim a Semana de Moda de Milão e a agenda da comunicadora Silvia Braz deixou seus fãs e seguidores admirados com a disposição, alegria e bom humor em transmitir ao público os insights dos shows das principais grifes da temporada. Este ano Silvia inovou ao entrevistar a modelo brasileira Carol Trentini ( carolinetrentini ). Ao receber a estrela, que completa 20 anos de carreira, contaram causos que deixaram o público chocado tanto com as histórias, quanto com a dinâmica e força das duas personalidades juntas, ambas peças chave da comunicação de moda no Brasil. A chuva de comentários como "Gente, amo ver mulheres lindas inteligentes e de garra", "Duas mães e mulheres incríveis: Carol e Silvia são gente como a gente", incenti

NEGÓCIOS: Estratégias para melhorar a perspectiva das mulheres no mercado de trabalho

*Por Carolina Gilberti, CEO da Mubius Womentech 


A nova economia é feminina, ou pelo menos deveria ser, já que as mulheres representam grande parte da força de trabalho no mundo e estão ocupando setores que antes eram exclusivos dos homens. Entretanto, a desigualdade de gênero ainda é uma realidade no ambiente corporativo. Segundo pesquisa de 2020, da Bloomberg Economics, se as oportunidades de trabalho e educação disponíveis para as mulheres se equiparassem com as dos homens, isso resultaria em um acréscimo aproximado de 20 trilhões de dólares ao PIB global até 2050. A questão de igualdade de gênero deve ser encarada como um desafio para todos: sociedade, lideranças corporativas e gestores públicos.  

Veja cinco estratégias para tornar o futuro melhor para as mulheres! 

 

1 - Incentivar a participação feminina no ambiente corporativo e principalmente em cargos de liderança 

 

É necessário que as empresas tenham um olhar atento sobre a participação feminina. Os gestores e CEOs podem dar preferência para contratar mulheres para os postos de trabalho, principalmente, em cargos de liderança. Isso porque ter mulheres nos times profissionais é mais do que uma questão de garantir igualdade de gênero, é vantajoso economicamente para as corporações. Segundo uma pesquisa recente da McKinsey, que entrevistou mais de mil empresas em 12 países, empresas com maior diversidade de gênero têm 21% a mais de chance de alcançar resultados acima da média do que empresas com menos diversidade 

 

2 - Lutar por políticas públicas que defendam os direitos das mulheres 

 

Entender que o problema da equidade de gênero é uma questão de todos nós como sociedade é o primeiro passo para lutar por um mundo mais justo, pois quando existem barreiras à educação e ao emprego das mulheres, todos pagam a conta. É necessário que as empresas apoiem políticas públicas que assegurem verdadeiramente os direitos das mulheres, já que as grandes companhias têm bastante influência entre os legisladores do país.  

3 - Possibilitar o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal 

As empresas já descobriram que na equação do crescimento econômico, o capital humano é um fator essencial. As mulheres são parte importante dessa fatia e é imprescindível tornar o ambiente mais saudável para que elas permaneçam no mercado de trabalho sem precisar sacrificar a vida pessoal. Assim, as empresas precisam pensar em políticas como jornadas flexíveis de trabalho, benefícios exclusivos para mães e cuidadoras, licença maternidade adequada, e ações que envolvam a pauta da parentalidade, dentre outras  

4 - Garantir equidade de cargos e salários  

 

De nada adianta contratar mulheres ou colocá-las em cargos de liderança se os salários forem inferiores ao dos homens ocupando a mesma função. A empresa deve manter uma equidade de cargos e salários e adotar política de transferência de rendimentos, na qual os colaboradores têm acesso aos salários estipulados para os seus cargos, independente de gênero. 

5 - Gestão humanizada é o futuro e as mulheres estão à frente da mudança 

As mulheres não estão apenas participando da mudança no mercado de trabalho, elas são a mudança. O mundo corporativo como conhecemos, pautado por valores como competição, hierarquia, ego e individualismo está dando lugar a uma nova era, uma economia com as mulheres também no poder. Os novos valores praticados no ambiente de trabalho são entendidos como socialmente mais femininos e são implementados por, não somente lideranças de mulheres, como também diversas, como a colaboração, empatia, cuidado e um olhar para as questões de sustentabilidade ambiental e saúde mental. 

*Por Carolina Gilberti, CEO da Mubius Womentech Mubius WomenTech Ventures, a primeira WomenTech do Brasil. 

 Para mais informações, acesse: https://mubius.ventures/.  

  



CLIQUE AQUI E FALE COMIGO PARA ANUNCIAR SEU NEGÓCIO E
FAZER PARTE DA MAIOR REDE DE DIVULGAÇÃO NA INTERNET !






VEJA TAMBÉM:

MODA: Podyh AW24

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

MODA: Lela Brandão Co. lança coleção com foco no protagonismo trans

NEGÓCIOS: Minha Loja Jequiti, crie sua loja no site e comece a ganhar dinheiro na internet

NEGÓCIOS: Dia Internacional de Mulher, Dádiva une 26 cervejarias no projeto "Criado por Elas, Liderado por Elas"

CARNAVAL 2024: Marina Ruy Barbosa e Sheron Menezzes brilham na Sapucaí, no desfile das campeãs, a convite de Stella Pure Gold

BELEZA: Mari Gonzalez aparece ruiva na Sapucaí

MODA: Red is the new pink … da cabeça aos pés !

NEGÓCIOS: DPaschoal presente no 28º Show Tecnológico Copercampos

NEGÓCIOS: Habib’s provoca concorrência com lançamento da Pizza Hab