O que você faz com as lâmpadas velhas?

Imagem
Entre 2017 e 2022, 33 milhões de lâmpadas foram recicladas no Brasil, número bem inferior aos 12 milhões importados para o Brasil. Foto: Divulgação     Você sabe o que fazer com as lâmpadas fluorescentes quando elas queimam e você precisa descartá-las? O questionamento é necessário quando sabemos que esse produto contém mercúrio - um dos elementos químicos mais perigosos para a saúde humana, e ainda presente em muitos outros objetos do nosso cotidiano, como termômetros antigos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) , a exposição ao metal pode acarretar uma série de problemas graves, desde danos cerebrais até complicações respiratórias. Apesar de muitos países terem proibido a fabricação e venda de itens contendo o material após a assinatura de um tratado chamado " Convenção de Minamata ", em 2013, ainda é comum encontrá-los em algumas residências, especialmente nas lâmpadas. Por isso, o descarte desses produtos ainda exige um olhar mais atento, e

MODA: C&A lança segunda coleção de jeans rastreável em parceria com o movimento Sou de Algodão

 

As peças são 100% produzidas com algodão com certificação socioambiental e rastreadas por blockchain pelo programa SouABR
 






Avançando no compromisso diário de promover uma moda com impacto positivo para trabalhadores, clientes e meio ambiente, a C&A Brasil, em parceria com o movimento Sou de Algodão, anuncia o lançamento de sua segunda coleção feminina de jeans rastreável. Essa ação é viabilizada pelo SouABR, programa de rastreabilidade via tecnologia blockchain, que garante a transparência da jornada de produção de cada peça, desde o plantio do algodão com certificação socioambiental até o guarda-roupa das consumidoras.


Este lançamento contou com o blend de 53.460kg de algodão produzidos em cinco fazendas brasileiras, 2.207,23 kg de fio e 3.713,40 m de tecidos da Santana Textiles, que, após o trabalho da confecção Emphasis, resultaram em 2.500 calças jeans rastreadas. As peças estarão disponíveis em 53 lojas físicas pelo Brasil, além do app e do site da C&A, a partir de 19 de fevereiro.

 

As novas peças combinam atributos sustentáveis - já que é natural e biodegradável, além de ser produzida preservando recursos naturais e respeitando os biomas - e a rastreabilidade na moda, um pioneirismo brasileiro.
 

Segundo Hussein Rodrigues, diretor comercial da C&A, esta segunda coleção representa uma aceleração no processo de ampliação da rastreabilidade das coleções lançadas da varejista. "Esse mecanismo proporciona uma conexão tangível entre o consumidor e o processo de produção, porque permite que cada peça conte a história de seu caminho, desde a plantação do algodão até chegar às mãos da nossa cliente. Para a C&A, contar essa história é muito importante, é o nosso compromisso com a responsabilidade e a transparência", destaca.

 

Uma moda mais responsável começa na origem da matéria-prima

Todo o algodão usado na produção do jeans dessa coleção é nacional e possui a certificação socioambiental ABR (Algodão Brasileiro Responsável). Este é um protocolo com 183 itens de verificação distribuídos em oito critérios: contrato de trabalho, proibição do trabalho infantil, proibição de trabalho análogo a escravo ou em condições degradantes ou indignas, liberdade de associação sindical, proibição de discriminação de pessoas, segurança e saúde ocupacional, meio ambiente do trabalho, desempenho ambiental e boas práticas.
 

Ao garantir o uso dessa matéria-prima, a consumidora tem a garantia de escolher um produto que respeita o meio ambiente e as pessoas que trabalham na origem da peça.
 

"O SouABR, lançado pelo Sou de Algodão, é o primeiro programa do País a garantir rastreabilidade na moda. Unificar o algodão brasileiro certificado com transparência da produção na indústria têxtil é uma maneira de tangibilizar uma cadeia de valor mais responsável, que atende à demanda de um consumidor cada vez mais exigente. Uma parceria dessa magnitude amplia a visibilidade sobre a nossa fibra e o potencial competitivo que ela apresenta ao mercado", explica Alexandre Schenkel, presidente da Abrapa.
 

Compromisso da C&A
Desde 2006, a empresa atua para criar um ecossistema com produção mais responsável e matérias-primas mais sustentáveis. Atualmente, mais de 95% do total de algodão utilizado na produção é adquirido com produtores certificados.
 

Além disso, a marca desenvolve e monitora os parceiros em diversas frentes. Em 2023, pelo 6º ano consecutivo, a C&A foi a marca mais bem posicionada (#1) no Índice de Transparência da Moda Brasileira (ITM), iniciativa do Fashion Revolution Brasil, que mede até que ponto as políticas, práticas e impacto social e ambiental de cada cadeia de valor dos maiores varejistas brasileiros são divulgados.

 

E a partir de janeiro deste ano, a C&A passou a integrar a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 ("ISE B3"). A carteira reúne 78 companhias que se destacam por possuírem as melhores práticas em ASG (ambiental, social e governança).



 

SIGA NAS REDES SOCIAIS:



CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE !





VEJA TAMBÉM:

Rita Cadillac grava vídeo pornô com criador de conteúdo adulto Jefão

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

Multishow e Globoplay transmitem "SOWETO - 30 Anos Ao vivo" nesta sexta (19)

"Acampamento de Magia para Jovens Bruxos" estreia no Gloob na próxima sexta-feira, dia 12

BBB: Análise das três últimas edições aponta diferenças no comportamento do público nas redes sociais

Ana Clara invade casa do Big Brother Brasil 24 após grande final no Multishow

MODA: Podyh AW24

Indústria brasileira desacelera diversificação do portfólio no primeiro trimestre

Vitrine de Inovações: Agrishow 2024 reunirá mais de 800 marcas expositoras nacionais e internacionais durante os cinco dias de evento

Novo Nordisk é a única farmacêutica presente no Web Summit 2024