MODA: Na reta final da Semana de Moda de Milão, Silvia Braz brilha em entrevista com Carol Trentini

Imagem
Em meio a tantos Além de brilhar em desfile da Gucci, Ferragamo e Dolce & Gabbana, Silvia Braz encontrou formas divertidas de transmitir ao público os insights dos shows das principais grifes da temporada     Vem chegando ao fim a Semana de Moda de Milão e a agenda da comunicadora Silvia Braz deixou seus fãs e seguidores admirados com a disposição, alegria e bom humor em transmitir ao público os insights dos shows das principais grifes da temporada. Este ano Silvia inovou ao entrevistar a modelo brasileira Carol Trentini ( carolinetrentini ). Ao receber a estrela, que completa 20 anos de carreira, contaram causos que deixaram o público chocado tanto com as histórias, quanto com a dinâmica e força das duas personalidades juntas, ambas peças chave da comunicação de moda no Brasil. A chuva de comentários como "Gente, amo ver mulheres lindas inteligentes e de garra", "Duas mães e mulheres incríveis: Carol e Silvia são gente como a gente", incenti

MÚSICA: Colouring lança novo single "How’d It Get So Real?"

Com seu aguardado novo álbum Love To You, Mate previsto para ser lançado em 23 de fevereiro pela Bella Union, e seguindo os singles "Lune", "For You" e "Love To You, Mate", Colouring compartilhou mais uma faixa inédita, "How'd It Get So Real?", antes do lançamento do álbum. "How'd It Get So Real?" foi algo que a esposa de Jack Kenworthy, Helen, disse a ele durante o ano seguinte ao diagnóstico de câncer de seu irmão, e a música é uma mensagem de apoio a ela durante esse momento turbulento. Com sua batida envolvente e um belo refrão que gruda na mente, a música é uma das mais inspiradoras e afirmativas de vida no álbum. Ouça AQUI.

 

Além disso, Kenworthy anuncia quatro shows próprios de Colouring no Reino Unido em março, após o lançamento do álbum, incluindo uma apresentação em Londres no Two Palms em Hackney - datas e informações abaixo:

 

Quarta-feira, 20 de março – London – Two Palms

Sexta-feira, 22 de março – Edinburgh – Summerhall

Domingo, 24 de março – Leeds – Headrow House

Quarta-feira, 27 de março – Nottingham – The Metronome

 

 (crédito: Pierce Tews) / baixe imagens aqui

"Sempre estive do lado de criar cenários em vez de ser realmente honesto sobre minha vida dentro da minha música", acrescenta Jack sobre seu segundo álbum Love To You, Mate. "Esta é a primeira vez que pude fazer isso. Tenho menos medo porque não é minha história. É uma história compartilhada."

 

A vida do compositor e produtor de Nottingham foi abalada em fevereiro de 2021, meses antes do lançamento de seu álbum de estreia, Wake, quando seu cunhado Greg Baker foi diagnosticado com um câncer em estágio 4. O que se seguiu foi o ano mais "inacreditável" da união de uma família, quando a vida parecia destinada a interromper a vida de um jovem. Kenworthy, sabendo em particular que precisava ser um pilar de apoio para sua parceira Helen, com quem se casou desde então, descobriu que a jornada da família em conjunto diante da adversidade era ao mesmo tempo brutal e bela.

 

"É claro que estávamos muito apavorados", lembra Kenworthy sobre o Natal seguinte passado no hospital, uma lembrança gravada na faixa-título do álbum. "Mas eles são pessoas tão positivas, gentis e inspiradoras que tiveram tudo jogado em cima deles e lidaram com tudo com essa incrível união e espírito. Somos todos muito gratos por tê-lo tido em nossas vidas."

 

Colouring tem sido um projeto solo desde Wake, um álbum influenciado por The Blue Nile ao lado dos grandes nomes do pós-britpop dos anos 00 (Coldplay, Elbow), mas com sugestões eletrônicas e rítmicas de Radiohead e James Blake. Originalmente formada por quatro amigos enquanto ele estudava na Goldsmiths, a banda chegou a um fim natural em 2019.

 

Graças a um aumento de autoconfiança no início de 2020, quando o colaborador de longa data de Kenworthy, Gianluca Buccellati (Arlo Parks), riu da ideia de ele desistir do projeto, Kenworthy fez o que costuma fazer: escrever compulsivamente como forma de nutrição e fuga.

 

Na época da doença de Greg, Jack estava criando "uma nova paleta de sons" que ele não havia designado para nada em particular. "Eu estava tentando dizer: 'Apenas escreva, diga qualquer coisa. Não importa, você pode mudar a letra depois'". Certas frases de membros da família ficaram alojadas em sua cabeça durante aquele ano. "Coisas como: 'Como isso se tornou tão real?' Isso foi algo que Helen me disse uma vez", revela Kenworthy. "E então eu estava escrevendo algo e isso acabou se transformando nessa música." Não havia "nenhuma intenção real" de fazer um álbum sobre um período turbulento, mas ele "meio que se tornou isso".

 

Em "How Did It Get So Real?" Kenworthy se concentra em apoiar sua esposa ("I promise you a home / Inside of me alone") em cima de teclas espectrais, batidas de break embaralhadas e uma melodia de guitarra com arpejos da era In Rainbows. Esse é o único exemplo óbvio de guitarras em Love To You, Mate. Kenworthy e Buccellati fizeram um "esforço consciente" para usar apenas piano, bateria, baixo e qualquer atmosfera curiosa que o sampler de sintetizador OP-1 pudesse reunir.

  

Cantar no OP-1 "deu a ele um elemento humano e orgânico", em vez de as músicas soarem muito sintéticas. "Acho que esse era o objetivo, realmente, manter a alma por trás das partes eletrônicas."

 

"Coda", um número de piano crepuscular que faz Kenworthy levar seu falsete meloso ao limite, é uma faixa devastadora que estende o motivo já mencionado ("I'm sorry this is real") sobre sua esposa.

 

"Lembro-me de ter caído em prantos quando escrevi essa música. Acho que foi aí que percebi: 'Talvez você deva continuar com isso por um tempo e ver se está dizendo algo útil ou poderoso'." Buccellati, muito emocionado, incentivou Kenworthy. "Fui vê-lo nos Estados Unidos e isso me deu a confiança de que vale a pena contar e celebrar essa história", diz ele.

 

Outro colaborador, Mikko Gordon (The Smile), disse a Kenworthy por telefone que ouvir os esboços iniciais de "Coda" o fez chorar. A música se tornou a base do álbum, cujas ideias foram reunidas, expandidas e gravadas entre Nottingham e Los Angeles, na primavera de 2022, após a morte de Greg.

  

Quando Kenworthy aceitou que o álbum era um prisma musical que refratava aqueles tempos conturbados, mas estranhamente edificantes, ele se sentiu capaz de tornar suas composições mais pessoais.

  

Sonoramente, Kenworthy não sobrecarrega o álbum com tristeza. As duas últimas músicas, "For Life" e "Big Boots", são faixas mais animadas que servem para celebrar a vida e a união da amizade.

 

""For Life" é minha tentativa de compor uma música do Elbow", diz Kenworthy, observando os pontos de referência específicos da música nos locais de Loughborough, de onde os Bakers são. "A abordagem de Guy Garvey para muitas das músicas está definitivamente presente, pensando em como ele faz referência a Manchester. Por ser específica, descobri que ela também pode ser tão universal." A música termina com uma gravação de uma festa de família bêbada em que Greg está tocando guitarra e cantando "Folsom Prison Blues" de Johnny Cash com outras pessoas.

  

"Love To You, Mate é uma carta de amor para minha esposa, família e Greg pelo que todos fizeram; uma fotografia daquela época." Kenworthy continua, "Fomos esse grupo de amigos unidos e inseparáveis por um ano inteiro... um ano que relembramos com muito orgulho. Eu realmente sinto que fizemos essa música juntos."

 

Love To You, Mate capa do álbum e tracklist:

 

1. For You

2. I Don't Want To See You Like That

3. How'd It Get So Real?

4. Lune

5. A Wish

6. This Light

7. Love To You, Mate

8. Coda

9. small miracles

10. For Life

11. Big Boots



SIGA NAS REDES SOCIAIS:




CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE !



VEJA TAMBÉM:

MODA: Podyh AW24

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

MODA: Lela Brandão Co. lança coleção com foco no protagonismo trans

NEGÓCIOS: Minha Loja Jequiti, crie sua loja no site e comece a ganhar dinheiro na internet

NEGÓCIOS: Dia Internacional de Mulher, Dádiva une 26 cervejarias no projeto "Criado por Elas, Liderado por Elas"

CARNAVAL 2024: Marina Ruy Barbosa e Sheron Menezzes brilham na Sapucaí, no desfile das campeãs, a convite de Stella Pure Gold

BELEZA: Mari Gonzalez aparece ruiva na Sapucaí

MODA: Red is the new pink … da cabeça aos pés !

NEGÓCIOS: DPaschoal presente no 28º Show Tecnológico Copercampos

NEGÓCIOS: Habib’s provoca concorrência com lançamento da Pizza Hab