TURISMO: Pool Villas, uma experiência para férias inesquecíveis na Bahia

Imagem
Tivoli Ecoresort Praia do Forte eleva o conceito de hospedagem com suas exclusivas Pool Villas em uma jornada única em meio à natureza e sofisticação  . Foto: Divulgação    Pool Villas Tivoli Ecoresort Praia do Forte O Tivoli Ecoresort Praia do Forte, eleito Melhor Resort de Praia da América do Sul pela World Travel Awards, oferece uma opção de hospedagem única e inesquecível: as Pool Villas. São casas de alto padrão, construídas com materiais sustentáveis, que combinam conforto, privacidade, serviços personalizados aos hóspedes e integração com a deslumbrante natureza da Bahia.   Com apenas 6 unidades, cada Pool Villa conta com três suítes no térreo, com banheiros projetados para proporcionar uma vista panorâmica do exuberante paisagismo exterior. A área social, localizada no piso superior, inclui uma espaçosa sala de estar com ventilação natural, cozinha e uma piscina privativa. Com 320m² de muito conforto, as Pool Villas são construídas com materiais que minimizam o impa

NEGÓCIOS: Lideranças empresariais do centro e Desenvolve SP discutem linhas de crédito para a região

Encontro reuniu o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jorge Lima, e o presidente da Desenvolve SP, Ricardo Brito; ambos ressaltaram a importância dos R$ 200 milhões para atrair novos negócios para a região


Apresentação da linha específica da Desenvolve SP para o Centro: na platéia, lideranças, empresários e comerciantes da região. Foto: Divulgação


Em mais um esforço do governo estadual rumo ao compromisso de promover a requalificação do centro da capital, a Desenvolve SP sediou, na tarde desta quarta-feira (31), um encontro com associações, lideranças empresariais e comerciantes para apresentar linhas de crédito de R$ 200 milhões.


Os anfitriões foram o presidente da Desenvolve SP, Ricardo Brito, e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jorge Lima. Inicialmente eles detalharam os objetivos da criação da Linha Desenvolve Centro (LDC), meios de obter o financiamento e, ainda, esclarecimentos sobre prazos de carência e amortização.

Dos R$ 200 milhões em recursos, R$ 170 milhões serão viabilizados pela Desenvolve SP e os outros R$ 30 milhões provêm do Banco do Povo Paulista (BPP) (leia mais detalhes abaixo).
 

Entre as cerca de 50 lideranças, empresários e comerciantes presentes, estavam Aparecida Sales (Move Centro SP), Maria Luiza Gedeon, da Agência São Paulo de Desenvolvimento (Adesampa), Marcone Moraes (Associação Pró-Centro) e Charles Souza, da Associação Geral do Centro de São Paulo (AGCSP). Alguns donos de estabelecimentos tradicionais da região, entre os quais Carlos Beutel (Nutrisom) e André Boaventura e Felippe Nunes (Café Girondino), também compareceram.


Na abertura, o secretário Jorge Lima lembrou que a linha Desenvolve Centro foi lançada oficialmente pelo governador Tarcísio de Freitas no aniversário dos 470 anos da capital, no dia 25 de janeiro, e que ela tem foco na reurbanização e reocupação da região, e na atração de novos empreendimentos. O secretário enfatizou o apreço que tanto ele quanto o governador nutrem pelos empresários que permanecem no centro. "Eu acredito muito em vocês, de coração. Eu sei da dificuldade e por isso a gente quis fazer esse evento rapidamente", afirmou.


Lima revelou que a solicitação para realizar o encontro com os empresários do centro partiu de Tarcísio. "Eu acho que isso aqui é para vocês tirarem dúvidas mesmo, quantas vezes forem necessárias, e tenham em mente que é uma preocupação do governador. Eu tenho certeza", disse.


Ricardo Brito, diretor-presidente da Desenvolve SP, informou que a linha foi concebida como uma parceria entre a agência de fomento paulista e o Centro, e que a ideia é a de continuar construindo com conjuntamente com os empreendedores. "À medida que a gente for atendendo vocês, a gente vai entendendo quais são as dores, onde é que estão os gargalos e a ideia é a que a gente vá fazendo a sintonia fina ao longo do processo. Tomara que esses R$ 200 milhões acabem e será um problema bom para a gente", afirmou.


Linha Desenvolve Centro

Gustavo Melo, diretor de Negócios e Fomento, e Luca Iacona, superintendente de Negócios da Desenvolve SP, detalharam como se dá o acesso dos empresários aos recursos.
 

Os R$ 200 milhões em crédito têm origem em duas fontes. Serão R$ 170 milhões em crédito viabilizados pela Desenvolve SP, com taxas reduzidas (a partir de INPC mais 0,41% ao mês) para micro, pequenos e médios empresários de São Paulo, e com prazo de até 120 meses e carência de até 36 meses.


A fonte dos outros R$ 30 milhões é o Banco do Povo Paulista (BPP), que oferece recursos para pessoas físicas e Microempreendedores Individuais (MEIs), com juros a partir de 0,35% ao mês, prazo de até 36 meses e carência de até três meses.

Repercussão

"A gente precisa trazer investimentos para o centro da cidade. Precisamos ajudar esses empresários que estão há 30, 40 anos aqui já e estão falindo. Então, trazer esse fomento para o empresariado e o centro expandido da capital é fundamental, é manter ele vivo", afirmou Charles Souza, presidente da AGCSP, associação que atua para unir as entidades que reivindicam melhorias para a região central. "Trazendo esse fomento e crédito para os empresários, você vai fazer com que novos investimentos surjam e isso vai movimentar a economia", complementou.
 

Prestes a completar os seus 150 anos de existência no centro, o Café Girondino é um dos estabelecimentos mais tradicionais da região. Felipe Nunes, um dos atuais proprietários do negócio, se mostrou confiante na iniciativa do governo estadual. "Com esse investimento, eu acredito que agora vai evoluir muito mais. Você vem de uma pandemia, e agora o centro está voltando e sendo abraçado dessa forma", afirmou. Ele revelou que os planos do Café Girondino envolvem expansão do espaço.


"São Paulo é uma cidade estupenda e o centro é a cara da metrópole", disse o empresário Carlos Beutel, que lidera o restaurante vegetariano Nutri Som e é vice-presidente da Move Centro SP. A fala reflete o perfil de um dos maiores entusiastas do centro e que já organizou mais de mil caminhadas noturnas na região. Para ele, um maior investimento dos empresários da região e da parte de novos empreendedores vai gerar um efeito cascata positivo não só para a centro, mas para toda a capital. "Os comerciantes estabelecidos precisam de capital de giro, para reforma, e, além disso, outros comércios serão bem-vindos", disse.


Ele lembrou das diversas ações conjuntas empreendidas pelo governo estadual, que incluem a área de segurança pública, e disse estar confiante na mudança. Também ressaltou a importância da região para o turismo. "O centro concentra atrações turísticas absolutamente necessários para qualquer turista", acrescentou.






SIGA NAS REDES SOCIAIS:




CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE !





MAIS ACESSADAS:

Tecnologia excludente

TECNOLOGIA: Modernização tecnológica contribui para sustentabilidade e melhora imagem de empresa para clientes e investidores

LITERATURA: Existe relacionamento perfeito?

NEGÓCIOS: Agrishow 2023

BELEZA: Especialista analisa os procedimentos estéticos dos participantes do BBB 23 "Exagerou"

Literatura empodera mulheres

NEGÓCIOS: Concretizando internacionalização, Agrotools anuncia diretor de operações na América do Norte

DECORAÇÃO: Design Dopamina

ENTRETENIMENTO: NFT.Brasil