Maybelline NY anuncia Ludmilla como nova porta-voz da marca

Imagem
Única, valiosa e blindada, a cantora estreia na marca número #1 de maquiagem do mundo. Foto: Divulgação     Cantora, famosa por sua versatilidade musical e ganhadora do Grammy Latino de 2022, Ludmilla agora também é porta-voz de Maybelline NY , marca número 1 de maquiagem no mundo*.   Maybelline NY , marca que sempre encorajou as pessoas a terem confiança para se expressarem em todos os momentos, se une à cantora Ludmilla para escrever uma nova história na categoria de maquiagem no Brasil. Para celebrar esse momento, o novo manifesto ''Única como Você'' , reforça a superioridade de ser a marca número 1 de maquiagem no mundo, com tecnologia e diversidade única. Por meio desse conceito, Maybelline NY reafirma seu propósito de empoderar consumidoras de todas as origens a expressar suas individualidades e serem elas mesmas.   Ao ter Ludmilla como novo rosto da marca, Maybelline NY a reconhece não apenas como uma artista talentosa, mas também como uma fig

Lollapalooza Brasil 2024 se despede com Gilberto Gil abraçando a juventude, além do pop dançante de SZA e Sam Smith


 

Ritmos brasileiros tomaram conta do palco Perry's By Johnnie Walker, que nesta edição ganhou nova cenografia e chamou atenção do público presente
 


O terceiro e último dia de Lollapalooza Brasil 2024 foi feito sob medida para quem veio ao Autódromo de Interlagos a fim de dançar e de prestigiar o que há de melhor na cultura brasileira. O pop e a música nacional reinaram neste domingo: SZA, Sam Smith, Greta Van Fleet e Gilberto Gil foram alguns dos nomes que encerraram a 11ª edição do festival com chave de ouro e já deixaram aquele gostinho de quero mais no público, que encontrou nesta edição mais conforto com uma nova infraestrutura de banheiros, transporte funcionando 24 horas, além de uma identidade visual que conversava com todo o desenho do festival, da iluminação ao desenho grandioso do Palco Perry's, por exemplo. No total, o evento reuniu ao longo destes três dias 242 mil pessoas, que puderam acompanhar as performances de seus artistas favoritos de perto e conhecer o trabalho de tantos outros.
 

Antes do pop ganhar o holofote, teve tempo para o som mais pesado dos ingleses do Nothing But Thieves, que encheram o Palco Budweiser na tarde do domingo para um público majoritariamente mais jovem. O "indie da nova geração" foi carregado pelo carisma do vocalista Conor Mason, que prometeu voltar ao Brasil logo. O Phoenix, de volta ao Lolla exatos 10 anos depois, começou a virar o jogo mais para o pop. Liderado pelo vocalista Thomas Mars, a banda emendou dois hits logo de cara: "Lisztomania" e "Entertainment", em uma performance cheia de luzes, momentos dançantes e Thomas indo para o público, onde foi carregado no final da apresentação.
 

O palco era todo dela, da americana SZA. A artista com mais indicações ao Grammy 2024 abriu sua apresentação com um cropped do Brasil e um shorts jeans, bem abrasileirada, e encerrou o palco com seu estilo musical que mescla R&B, pop e rap e a turnê do disco aclamado pela crítica, "SOS". Dele, veio a maior parte do setlist, com "Seek & Destroy", "I Hate U", "Kill Bill" e "Snooze". A cantora abriu espacate, rebolou, ficou suspensa no ar por uma bola de demolição e se surpreendeu com o público brasileiro cantando cada frase de suas músicas. Tanto a estrutura, quanto o alcance vocal e a performance da artista mostraram porque ela é digna de ser chamada de estrela do pop.
 

Já no Palco Samsung By Galaxy, Dayglow fez seu primeiro show no Brasil e garantiu a alegria dos indies de plantão, com hits dançantes como "Close to You" e "Can I Call You Tonight?". Mas, foi no entardecer que o Lollapalooza Brasil entregou uma das performances mais históricas de todas as 11 edições: Gilberto Gil, lenda viva da Tropicália e do MPB, subiu para conversar com gerações diversas. Pais e filhos se reuniram para prestigiar um dos maiores nomes da música brasileira, que cantou faixas eternizadas em sua voz, como "Vamos Fugir", "Não Chore Mais (No Woman, No Cry)" e "Andar Com Fé". Conversando diretamente com o público mais jovem, ele disse: "Vocês tomaram conta da música mundial, hein, galera? Devotados, aficionados, entusiasmados. Viva a juventude brasileira!", celebrou, para as novas gerações que lembrarão desse dia para sempre.
 

Sam Smith, com um quepe policial na cabeça, chegou sem cerimônias e abriu o show com um dos maiores hits da carreira: "Stay With Me". O show foi marcado por diversos dançarinos, trocas de figurinos e muita sensualidade. Ele usou um vestido e abandonou os looks na cor preta ao usar a camisa da Seleção Brasileira, que prontamente tirou e sensualizou, rodopiando-a pelo ar e enlouquecendo os fãs. "Unholy" encerrou a segunda passagem de Sam Smith no Lolla Brasil.
 

Mas a despedida do Palco Samsung Galaxy ficou a cargo dos americanos do Greta Van Fleet, que embora seja uma banda nova, traz uma sonoridade de hard rock dos anos 1980. Bateria pesada, solos de guitarra e a voz inconfundível do vocalista Josh Kiszka embalaram o último gás, ainda empolgado, dos inimigos do fim do Lollapalooza Brasil 2024.
 

E se os palcos já citados investiram na versatilidade musical sem abandonar o tradicional groove das guitarras, no palco Perry's By Johnnie Walker, o funk, trap, rap e o eletrônico dividiram o line-up, no dia mais diverso e agitado para o espaço. DJ Suburbia avisou que esse último dia de Lolla seria um pouco diferente neste espaço, com "o som das periferias". Vulko FK, com uma voz potente e muito trap, manteve a energia lá em cima. A vibe do palco foi crescente, e Dricka colocou todo mundo para dançar. TZ da Coronel e Oruam, com o habitual rosto pintado de Coringa (pela metade), levaram o público ao delírio, ainda mais quando Mc Daniel apareceu de surpresa no palco. Ele já havia se apresentado no palco Alternativo mais cedo. A participação nacional no Perry's By Johnnie Walker não poderia terminar de uma maneira melhor: Mc Livinho tinha um dos shows mais aguardados do dia e proprocionou aos fãs um verdadeiro espetáculo ao prestar uma homenagem ao rei do pop, Michael Jackson. No telão, Livinho apareceu treinando alguns passos com o próprio MJ, recriado em Inteligência Artificial. Foi aí que começou a tocar "Beat It", em um tributo que empolgou todos ali presentes. O cantor mostrou sua versatilidade, demonstrando um domínio impressionante das coreografias. O show encerrou ao som de "Black or White" com a presença de Rodrigo Teaser, maior sósia brasileiro de Michael. O line up seguiu com nomes internacionais, com J. Worra, Dombresky, Zhu e Meduza, que fechou a noite dizendo amar o Brasil, ser fã de Ayrton Senna e estar muito feliz por estar no Autódromo de Interlagos.
 

Mc Daniel abriu o Palco Alternativo com estilo: ele entrou vestido de Máskara, personagem eternizado por Jim Carrey no cinema. Omar Apollo foi mais um expoente da música pop latina no Lollapalooza Brasil 2024. O cantor mexicano-americano se sentiu bem à vontade, tirou selfie com os fãs, abraçou a atriz Bruna Marquezine, que acompanhava o show na plateia, e entregou romance nas canções, como "Evergreen", "Useless" e "Go Away". O último grupo a se apresentar no Palco Alternativo foi o The Driver Era, que já havia se apresentado em um side show no Cine Joia. O vocalista Ross Lynch não esperou e já na terceira música foi para a multidão, levando os fãs fervorosos à loucura. Sem dúvidas foi um dos shows mais animados do festival.
 


SIGA NAS REDES SOCIAIS:



CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE !

VEJA TAMBÉM:

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

"Acampamento de Magia para Jovens Bruxos" estreia no Gloob na próxima sexta-feira, dia 12

MODA: Podyh AW24

Indústria brasileira desacelera diversificação do portfólio no primeiro trimestre

ESPORTES: YoPRO anuncia sua primeira corrida em parceria com Norte Marketing

Nubank Ultravioleta anuncia entrada no segmento de viagens com lançamento da Conta Global para clientes

Atlantica Hospitality International lança empreendimento na região da Avenida Paulista em São Paulo

Tarkett cria piso vinílico que facilita paginações criativas

Zeca Camargo, Julia Kater e Paulo Nimer Pjot marcam presença na Arena Iguatemi na 20ª edição da SP-Arte

#RespeitaMeuCapelo: chapéu de formatura é recriado para atender cabelos de pessoas negras