Locais para visitar e atividade para fazer na sua próxima viagem à Escócia

Imagem
Descubra a magia desta ilha em uma aventura única repleta de natureza, história e experiências exclusivas. Fotos: Divulgação     A Escócia, um destino fascinante no coração da Europa, deslumbra com sua majestosa beleza natural, repleta de história e legado. Seus cenários montanhosos, com lagos cristalinos e coroados por castelos milenares, convidam a explorar seus recantos mais remotos e pitorescos. No entanto, a verdadeira magia da Escócia reside em suas Terras Altas, uma região vasta e fascinante que desperta a imaginação e o espírito aventureiro de quem a visita. Desde o misterioso Loch Ness até o icônico Castelo Eilean Donan , um verdadeiro ícone da paisagem escocesa que se destaca por sua longa ponte arqueada e sua localização junto ao lago, cada canto das Terras Altas conta uma história fascinante. Mas além de suas histórias, colinas verdejantes e vales serenos, as Terras Altas escocesas têm sido o lar da destilação de whisky por séculos, e a região de Speyside s

Serviços geram 230% mais vagas em janeiro do que no mesmo período de 2023, mas Comércio retrai

 

Puxado pelos segmentos de educação, serviços profissionais e técnicos e saúde, Serviços terminaram o mês com saldo positivo de 13,6 mil vagas; Comércio sofre com retração após o fim de ano

 

Puxado pelos segmentos educacionais, de saúde e profissionais e técnicos, o mercado de trabalho do setor de Serviços no Estado de São Paulo gerou 230% mais vagas em janeiro deste ano do que no mesmo período de 2023. Foram cerca de 13,6 mil novos postos de trabalho a mais no mês na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Já o Comércio, como era esperado, desidratou, mas em uma intensidade menor (-15,5%) do que em janeiro do ano passado — e menos do que se esperava.

 

Na comparação mensal, se os Serviços subiram [tabela 1], o Comércio perdeu 14,5 mil vagas em relação ao estoque de dezembro, mantendo uma sequência de cinco anos que o setor não consegue fechar um mês de janeiro no azul [tabela 2].

 

[TABELA 1]

SALDO E ESTOQUE DO EMPREGO CELETISTA NOS SERVIÇOS NO ESTADO DE SÃO PAULO

Janeiro de 2024
Fonte: FecomercioSP
 


[TABELA 2]

SALDO E ESTOQUE DO EMPREGO CELETISTA NO COMÉRCIO NO ESTADO DE SÃO PAULO

Janeiro de 2024

 


Segundo a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), embora os desligamentos após o fim do ano tenham impactado o mercado de trabalho, o cenário ainda foi mais ameno que o esperado, com menos gente perdendo o emprego do que em janeiro de 2023 — e, inclusive, em comparação a 2022. Isso aconteceu, sobretudo, porque as vendas dos setores permaneceram em alta, como mostram os indicadores mais recentes do IBGE.

 

No caso do Comércio, em específico, havia a expectativa que o setor ressecasse em torno de 20 mil vagas em janeiro, o que não se efetivou, muito porque o volume de vendas aumentou mais de 10% no mês em relação a janeiro de 2023, segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), do IBGE. Os Serviços, por sua vez, não apenas cresceram como também indicaram uma tendência que pode permanecer ao longo de 2024, já que eles vêm de uma alta de 3,3% no faturamento em relação ao mesmo mês do ano anterior, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), da mesma instituição.

 

COMÉRCIO EM QUEDA...

O resultado negativo do Comércio veio, principalmente, pelo desempenho do varejo, que perdeu 15,8 mil vagas no mês, principalmente por causa dos sazonais desligamentos dos empregos temporários de fim de ano. É assim que segmentos como o de vestuário e acessórios (-5,4 mil) e os hipermercados e supermercados (-4,2 mil) puxaram o varejo para baixo.

 

Na cidade de São Paulo, os números são parecidos: o varejo extinguiu 5,5 mil empregos formais, e, não fossem os crescimentos tímidos no atacado (204) e entre as lojas de automóveis (147), as perdas seriam ainda mais significativas. No total, o Comércio paulista reunia 2,88 milhões de vínculos formais ativos até janeiro de 2024, dos quais cerca de 888 mil estavam concentrados na capital.

 

...SERVIÇOS EM ALTA

Os segmentos que ajudaram os Serviços a crescer em janeiro foram, principalmente, o de educação, com 8,2 mil novos postos de trabalho, atividades técnicas e científicas, como contabilidade, consultoria, engenharia e arquitetura (3,3 mil) e de saúde e serviços sociais (3,2 mil). Dos 14 grupos analisados na pesquisa, 8 apontaram saldo positivo em janeiro.

 

O resultado mais negativo foi o observado nos serviços de alojamento e alimentação, que perdeu 3,3 mil vagas no mês. Só na cidade de São Paulo, o saldo de empregos do segmento ficou negativo em 1,5 mil postos.

 

A metrópole, seguindo o Estado, gerou 4,1 mil vagas formais nos Serviços em janeiro, vindas, sobretudo, da educação (2,1 mil) e da saúde (1,7 mil). No total, são 7,8 milhões de vínculos ativos em termos estaduais, com 3,2 milhões na capital.

 

Nota metodológica

A Pesquisa de Emprego no Estado de São Paulo (PESP) passou por reformulação em sua metodologia e, agora, analisa o nível de emprego celetista do comércio e serviços do Estado de São Paulo a partir de dados do novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), elaborado pelo Ministério do Trabalho – passando a se chamar PESP de Comércio e Serviços.

 


 

Siga a FecomercioSP:

Facebook 

Instagram 

LinkedIn 

Twitter

 


SIGA NAS REDES SOCIAIS:



CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE !



VEJA TAMBÉM:

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

"Acampamento de Magia para Jovens Bruxos" estreia no Gloob na próxima sexta-feira, dia 12

MODA: Podyh AW24

Indústria brasileira desacelera diversificação do portfólio no primeiro trimestre

ESPORTES: YoPRO anuncia sua primeira corrida em parceria com Norte Marketing

Novo Nordisk é a única farmacêutica presente no Web Summit 2024

Atlantica Hospitality International lança empreendimento na região da Avenida Paulista em São Paulo

Tarkett cria piso vinílico que facilita paginações criativas

Fairmont Rio de Janeiro Copacabana recebe recital exclusivo de Andrea Bocelli

Empreendedorismo Familiar e superação: Do garoto vendedor de cocada na Zona Leste à CEO de 3 empresas, e sócio do Káka Diniz e João Kepler