Maybelline NY anuncia Ludmilla como nova porta-voz da marca

Imagem
Única, valiosa e blindada, a cantora estreia na marca número #1 de maquiagem do mundo. Foto: Divulgação     Cantora, famosa por sua versatilidade musical e ganhadora do Grammy Latino de 2022, Ludmilla agora também é porta-voz de Maybelline NY , marca número 1 de maquiagem no mundo*.   Maybelline NY , marca que sempre encorajou as pessoas a terem confiança para se expressarem em todos os momentos, se une à cantora Ludmilla para escrever uma nova história na categoria de maquiagem no Brasil. Para celebrar esse momento, o novo manifesto ''Única como Você'' , reforça a superioridade de ser a marca número 1 de maquiagem no mundo, com tecnologia e diversidade única. Por meio desse conceito, Maybelline NY reafirma seu propósito de empoderar consumidoras de todas as origens a expressar suas individualidades e serem elas mesmas.   Ao ter Ludmilla como novo rosto da marca, Maybelline NY a reconhece não apenas como uma artista talentosa, mas também como uma fig

Referência no ecoturismo, Monte Verde (MG) celebra Dia Mundial da Atividade Física e cresce como polo esportivo

Distrito de Camanducaia receberá a sua segunda prova ao ar livre no ano; atletas locais comemoram bons resultados e exaltam destino para a prática de exercícios


Ciclista patrocinado pela MOVE, Siliano de Souza exalta Monte Verde como ótimo lugar para a prática de atividades físicas (Foto: Divulgação/Mydinei Freitas)


Lugar privilegiado para o ecoturismo e a prática de atividades ao ar livre, Monte Verde (MG) vem protagonizando um crescimento como polo esportivo. No mesmo final de semana em que será celebrado, neste sábado, o Dia Mundial da Atividade Física, data criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para estimular o combate ao sedentarismo, o distrito de Camanducaia receberá, no domingo, o desafio "Trail Running Serra dos Poncianos".

Esse será o segundo evento esportivo, em menos de três meses, no tradicional destino turístico do Sul de Minas, que abrigou, em janeiro, a volta ciclística "Pedal Luz", que teve 155 inscritos (143 adultos e 12 crianças) de 14 cidades diferentes.
 

Organizada pela MOVE (Agência de Desenvolvimento de Monte Verde e Região) em conjunto com a Pousada Águia da Montanha e a Campo Escola Montanhismo, a corrida de trail running está com inscrições abertas até sábado, no site da competição, e os participantes poderão contemplar as belas paisagens da Serra da Mantiqueira enquanto lutam para superar as altitudes e dificuldades dos percursos das disputas de 9 km e 14 km, ambas com largada às 8h do próximo domingo no portal do vilarejo mineiro.
 

Aberto para competidores a partir de 13 anos de idade, a prova já conta com cerca de 70 corredores inscritos, além de 18 alunos de escolas de Camanducaia. Eles ganharam vagas ao aderirem a um programa de apoio aos jovens dos colégios locais que visa incentivar a prática esportiva no munícipio.
 

Os benefícios da prática esportiva em Monte Verde foram exaltados por Eliomar Miranda, guarda-parque da MOVE e corredor patrocinado pela entidade, que apresentou o programa de apoio aos estudantes nas escolas municipais e vai participar do desafio de trail running no distrito mineiro. "Para quem busca performance, eu destaco o mountain bike e a corrida como duas modalidades excelentes de serem praticadas em Monte Verde. Aqui estamos acima dos 1.500 metros de altitude e chegamos a 2.000 em alguns pontos. Treinar nessas condições ajuda muito a melhorar a capacidade respiratória devido ao aumento da produção de glóbulos vermelhos no sangue", ressalta o atleta.
 


Eliomar Miranda, guarda-parque da MOVE, durante prova em Atibaia; próximo desafio do atleta será em Monte Verde (Foto: Divulgação/Fotop)

Neste ano, Miranda venceu a prova de 10 km do 8º Desafio Trail Running Pedra 0m, em Monteiro Lobato (SP), ficou em 4º lugar na classificação geral da corrida de 12 km do Rocky Mountain Games, em Atibaia (SP), onde competiu com mais de 270 atletas, e ainda foi o terceiro colocado de sua categoria na meia-maratona de 21 km da corrida de montanha Indomit Pedra do Baú, em São Bento do Sapucaí (MG). E ele lembra como as condições proporcionadas por Monte Verde vêm sendo importantes em suas fases de preparação para as competições.
 

"Para quem quer se tornar um atleta, praticar esportes de média e longa distância e de alta intensidade no distrito é muito bom também por garantir um melhor preparo físico principalmente para quando ele for competir em locais de baixa altitude, que estão pouco acima do nível do mar. Eu sinto essa diferença e estou conseguindo sempre me destacar nas provas que participo", completa Miranda.
 

O desafio "Trail Running Serra dos Poncianos" terá os seus percursos passando pelas áreas das trilhas do Platô e do Chapéu do Bispo, que estão sob gestão da MOVE. E uma pessoa que conhece bem esses locais repletos de atrativos naturais é Siliano de Souza, outro atleta local patrocinado pela entidade e que vem se destacando nacionalmente no ciclismo mountain bike downhill.
 

Ele foi guia de passeios de bicicleta durante cinco anos em Monte Verde e também aponta diversos motivos para o distrito ser considerado ótimo para realizar exercícios físicos. "Aqui é um lugar com muitos atrativos para a prática esportiva, como, por exemplo, para quem quer fazer escalada, caminhada ou corrida. Temos as travessias da Serra do Ponciano, várias vias para escalar a Pedra Redonda e para quem anda de bike há muitas trilhas e circuitos legais, como o Serra Verde de Cicloturismo. É praticamente um 'parque de diversões' para os ciclistas, ainda mais para os que gostam de pedalar em lugares altos e com vistas muito bonitas em meio a uma vegetação belíssima", enfatiza o atleta.
 

Patrocinado pela MOVE desde 2021, o ciclista continua acumulando feitos expressivos. Após fechar 2023 no top 20 do ranking nacional da categoria elite de sua modalidade no mountain bike, ele já subiu ao pódio duas vezes em etapas deste ano da Liga Brasileira de Downhill, com um vice-campeonato em Caxambu (MG) e um terceiro lugar em Socorro (SP). Para completar, obteve uma quinta colocação na 18ª edição da Descida das Escadas de Santos, maior prova de dowhhill urbano da América Latina, disputada por atletas de vários países.
 

"Estou muito feliz com esses resultados e uma das razões para conquistá-los é a boa condição que tenho para treinar em Monte Verde, que muitos atletas procuram por causa da altitude para encarar um esforço físico maior e depois sentirem menos quando forem competir em lugares mais baixos", reforça.
 

Projeto do jiu-jitsu incentiva atividade física e forma atletas


Projeto tem alunos de várias gerações em Monte Verde (Foto: Divulgação/Green Mountain Brazilian Jiu-Jitsu)


E o distrito mineiro não é um lugar bom apenas para a prática de esportes dentro da natureza local. O destino também vem se destacando por meio de um projeto desenvolvido dentro de uma academia de jiu-jitsu. Apoiada pela MOVE como patrocinadora desde junho de 2022, a iniciativa é promovida na unidade de Monte Verde da escola Green Mountain Brazilian Jiu-Jitsu, que oferece hoje aulas gratuitas da modalidade para mais de 100 alunos, entre adultos e crianças.
 

Além de exercer um trabalho social importante ao poder transformar as vidas de muitas pessoas por meio do esporte, o trabalho continua ajudando a formar atletas. Entre eles, alguns membros da academia já ganharam uma medalha de ouro no Campeonato Brasileiro e cinco pódios no Paulista (três bronzes e duas pratas), em torneios filiados à Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE). Para completar, Mariana De Caro Salvaterra, da categoria máster para atletas de até 64kg, faturou um significativo terceiro lugar no Mundial chancelado pela Federação Internacional de Jiu-Jitsu Brasileiro (IBJJF, na sigla em inglês).
 

Ao comentar os feitos dos atletas e a importância desse projeto como incentivo a uma rotina de atividades físicas em Monte Verde, o sensei Paulo Faria exalta os bons frutos colhidos atualmente. "Hoje, além de contarmos com mais de 100 alunos, estamos trabalhando em um espaço maior, com um pouco mais de 60 metros quadrados de tatame. E só pudemos conseguir isso graças à ajuda da MOVE, que acreditou no nosso trabalho. O projeto já rendeu títulos e hoje é reconhecido em toda a nossa região", afirma o faixa preta de jiu-jitsu.
 

"Monte Verde, por sua vez, é um ótimo lugar para a prática esportiva, pela própria questão da altitude, benéfica ao desenvolvimento de um melhor condicionamento físico para os atletas. E o jiu-jitsu é um esporte acolhedor, sendo que aqui temos pais e filhos treinando juntos, aumentando o laço familiar, até porque essa modalidade não tem como ser praticada individualmente. Uma pessoa precisa da outra para poder treinar e lutar", completa Faria.
 

Beach tennis também agita cena esportiva no distrito
 


Inaugurada em novembro de 2023, escola de beach tennis é nova boa opção de local para a prática esportiva em Monte Verde (Foto: Divulgação/Vitalis Clube)

Esporte que se popularizou em todo o Brasil nos últimos anos, o beach tennis também vem ajudando a agitar a cena esportiva de Monte Verde. Inaugurada em novembro do ano passado, a Vitalis Clube, escola da modalidade no distrito, possui duas quadras e hoje conta com 19 alunos. Com turmas masculinas, femininas e mistas, abre em todos os dias da semana e figura como nova opção para a prática de um bom exercício físico no vilarejo, além de ser mais um lugar para a formação de atletas locais.
 

O estabelecimento também promove um trabalho social. Em uma iniciativa em conjunto com o clube Desbravadores de Monte Verde, a escola está abrindo suas portas às terças-feiras, das 14h às 16h, para crianças de baixa renda que não podem pagar para fazer aulas e queiram jogar beach tennis gratuitamente.
 

Maior apoio de patrocinadores é fundamental
 

Apesar das vitórias recentes alcançadas por meio do esporte em Monte Verde, os atletas locais seguem carentes de maior apoio de patrocinadores para poderem decolar em suas carreiras. O ciclista Siliano de Souza, por exemplo, promoveu uma vaquinha on-line, iniciada no mês passado, visando arrecadar dinheiro para a compra de uma bicicleta melhor do que a sua atual para poder competir de igual para igual com outros atletas da elite do mountain bike downhill.
 

"A MOVE tem desempenhado um papel importante nos últimos anos ao apoiar atletas de Monte Verde e o belo projeto de jiu-jitsu realizado no nosso distrito. Entretanto, a entidade não tem como atender todas as necessidades dos nossos competidores, que precisam contar com a ajuda de patrocinadores, que é fundamental para garantir a eles materiais esportivos de qualidade, melhores condições para treinar e consequentemente aumentar as chances de sucesso dos atletas", ressalta Rebecca Wagner, presidente da MOVE.
 




SIGA NAS REDES SOCIAIS:



CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE !


PARA DIVULGAÇÃO CLIQUE E FALE COMIGO: @OBLOGUEIROOFICIAL








VEJA TAMBÉM:

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

"Acampamento de Magia para Jovens Bruxos" estreia no Gloob na próxima sexta-feira, dia 12

MODA: Podyh AW24

Indústria brasileira desacelera diversificação do portfólio no primeiro trimestre

ESPORTES: YoPRO anuncia sua primeira corrida em parceria com Norte Marketing

Nubank Ultravioleta anuncia entrada no segmento de viagens com lançamento da Conta Global para clientes

Atlantica Hospitality International lança empreendimento na região da Avenida Paulista em São Paulo

Tarkett cria piso vinílico que facilita paginações criativas

Zeca Camargo, Julia Kater e Paulo Nimer Pjot marcam presença na Arena Iguatemi na 20ª edição da SP-Arte

#RespeitaMeuCapelo: chapéu de formatura é recriado para atender cabelos de pessoas negras