TURISMO: Conheça as atrações do Hot Beach Parques & Resorts para o feriado de Corpus Christi

Imagem
Duas crianças de até 12 anos não pagam hospedagem se ficarem na mesma acomodação dos pais ou responsáveis durante o período. Foto: Divulgação Com a chegada de Corpus Christi, último feriado prolongado do ano, as famílias já estão em busca do destino perfeito para aproveitar alguns dias de descanso. Para quem deseja combinar lazer e diversão, o Hot Beach Parques & Resorts, em Olímpia, no interior paulista, surge como uma excelente opção. O pacote, válido de 30 de maio a 2 de junho, oferece diferentes opções de hospedagem, com diárias  a partir de R$ 1.848,00 para casal, incluindo café da manhã e jantar (bebidas não inclusas), com duas crianças de até 12 anos.  Pagamentos via PIX recebem 5% de desconto. Os visitantes podem escolher entre quatro resorts, cada um com suas características próprias: o Hot Beach Resort, o seu resort pé na areia, o Celebration Resort Olímpia, ideal para famílias e par

Dia das Mães: história real sobre tentativas, perdas e a realização de um sonho



Entre o prazer e a dor: uma ode à existência feminina


No livro "Todas as minhas mortes", Paula Klien apresenta uma narrativa visceral que retrata todas as vezes em que precisou renascer. Foto: Divulgação


Com honestidade, crueza e toques sutis de humor, a artista Paula Klien adentra as profundezas da existência feminina no livro Todas as minhas mortes. Neste romance de autoficção, publicado pela Citadel Grupo Editorial, a autora dissolve a fronteira entre realidade e fantasia, ao entrelaçar vivências reais com as nuances da própria imaginação. É sob a voz narrativa ambivalente da protagonista Laví (abreviação de la vie ― ou a vida em francês) que o leitor será conduzido a uma viagem pelas águas turvas da subjetividade humana.

Ousada, determinada e questionadora, a personagem subverte as convenções sociais. As vivências íntimas e visceralmente humanas da personagem provocam sentimentos e reflexões sobre temas relacionados à sexualidade, amadurecimento e maternidade. Entre o prazer e a dor, a protagonista expõe com honestidade suas forças e fraquezas para mostrar todas as vezes que precisou morrer para renascer – como uma fênix – até, finalmente, realizar o sonho de carregar um filho nos braços.

Eu esgotaria as forças pelo ser que me escolheu para
– tal qual o Big Bang – expandir do nada um universo inteiro em mim.
Eu me esvaziaria inteira para bem conduzir quem colocou limite nos saberes
do mundo e calou a ciência. Eu iria até o fim de todas as linhas com ele,
e simplesmente com ele: com o mais desejado dos filhos.

(Todas as minhas mortes, pg. 142-143)

Capítulo a capítulo, Paula Klien narra uma fase na vida de Laví e a cada ciclo, uma montanha-russa de emoções, pensamentos e sensações toma conta do leitor, que facilmente se identifica com o personagem. Hora em êxtase, hora em agonia, a narradora evidencia que, assim como ela, ninguém é bom ou mau o tempo todo. Ela traz as múltiplas camadas e nuances da existência humana, do primeiro grito ao último suspiro.

Com uma escolha cuidadosa das palavras e evocando os espíritos de grandes pensadores como Nietzsche, Espinosa e Lacan, a escritora traz para a literatura, além de bagagem como artista multifacetada, elementos da psicanálise e da filosofia. Todas as minhas mortes é uma narrativa repleta de simbolismos, metáforas mas também subjetividade, pois assim como a vida, essa será uma leitura única para cada um.


FICHA TÉCNICA

Título: Todas as minhas mortes
Autora: Paula Klien
Editora: Citadel Grupo Editorial
ISBN: 978-6550474140
Dimensões: 13.5 x 1.2 x 21 cm
Páginas: 176
Preço: R$ 64,90
Onde comprar: Amazon


Sobre a autora: Paula Klien nasceu no Rio de Janeiro em 1968. É artista plástica contemporânea com significativa projeção internacional. Embora utilize técnicas ancestrais na criação de seus desenhos e pinturas, ela foi pioneira em Cripto Arte e NFT (token não fungível). Artista multidisciplinar e diretora criativa de vanguarda, também trabalha com performance e vídeo, servindo-se de recursos de sua bagagem, como dança e música. Além disso, foi fotógrafa por dez anos, realizando trabalhos culturalmente relevantes. Muitas de suas obras visuais integram acervos de museus e importantes coleções. Embora tenha estudado Direito, Paula desistiu da carreira jurídica. A escrita é uma paixão antiga, e Todas as minhas mortes marca o lançamento da artista no universo literário.


Redes sociais da autora:

Sobre a editora: Transformar a vida das pessoas. Foi com esse conceito que o Citadel Grupo Editorial nasceu. Mudar, inovar e trazer mensagens que possam servir de inspiração para os leitores. A editora trabalha com escritores renomados como Napoleon Hill, Sharon Lechter, Clóvis de Barros Filho, entre outros. As obras propõem reflexões sobre atitudes que devem ser tomadas para quem quer ter uma vida bem-sucedida. Com essa ideia central, a Citadel busca aprimorar obras que tocam de alguma maneira o espírito do leitor.

Redes sociais da editora:








CLIQUE AQUI OU ACESSE O QR CODE, FALE COMIGO

E ANUNCIE SEU NEGÓCIO OU PERFIL DAS REDES SOCIAIS

POR APENAS R$ 9,90




VEJA TAMBÉM:

Rita Cadillac grava vídeo pornô com criador de conteúdo adulto Jefão

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

Indústria brasileira desacelera diversificação do portfólio no primeiro trimestre

MODA: Podyh AW24

SOLIDARIEDADE: ‘Sábado Solidário’ arrecadas mais de 40 toneladas de doações

Céu lança Novela

Ferragamo Hug Bag

Movimento União BR organiza campanha com mais de 60 empresas para ajudar o Rio Grande do Sul

NEGÓCIOS: Como oportunidade, a TIM busca parceiros no Centro-Oeste

Friboi traz novidades e ativações no primeiro dia de Apas Show 2024