MODA: Bruna Marquezine se emociona em entrevista com Silvia Braz durante a Paris Fashion Week

Imagem
A atriz e a comunicadora se encontraram no quarto de hotel da atriz que se emocionou ao falar de família, carreira, escolhas pessoais e sua auto descoberta por meio da moda Silvia Braz entrevista Bruna Marquezine | Créditos Marlon Brambilla Durante a Semana de Moda de Paris que acontece até terça-feira (5), Silvia Braz conduziu entrevista exclusiva com a atriz Bruna Marquezine que em meio a lágrimas e risadas, contou percepções da sua vida pessoal e espetacular carreira que iniciou aos 5 anos de idade.   Surpreendendo seus espectadores, Silvia Braz inovou ao direcionar os holofotes não só às passarelas, mas também às brasileiras inspiradoras. Na entrevista, Bruna Marquezine se abriu em uma conversa franca e reveladora. Emocionada revelou "Sempre que eu falo que comecei a trabalhar com 5 anos as pessoas pensam: 'nossa, a mãe dela deve ser mãe de miss'. Eu quero falar disso e eu fico com vontade de chorar porque eu hoje, muito nova, conquistei muita coisa.

ENTRETENIMENTO: "Mãe" longa-metragem de Adriana Vasconcelos, estréia 27 de abril nos cinemas


Produzido por Agridoce Filmes, Movits Studios e Distribuição Forte Filmes e Kuarup, Mãe marca a estreia da cineasta Adriana Vasconcelos em direção de longa-metragem ficção.


Estreia no dia 27 de abril, no Estação Net Botafogo, o longa-metragem Mãe, de Adriana Vasconcelos. Com produção de Agridoce Filmes, Movits Studios e Distribuição Forte Filmes e Kuarup, o filme foi realizado com recursos de editais do FAC/DF, FSA, BRDE e Ancine. O roteiro de Mãe foi contemplado pelo Edital de roteiristas estreantes do Minc. O Filme também pode ser visto na plataforma de streaming Looke.

Na história Madalena é mãe de Sônia, que é mãe de Julia, que é mãe de Camila. Uma família de mulheres tão diferentes, porém presas a acontecimentos e tragédias tão interligadas. Próximas em parentesco, distantes pela fatalidade. Uma história onde a realidade invade a ficção.

Em festivais, Mãe estreou no FestinLisboa em Portugal, passando por diversos outros festivais no Brasil e no exterior. E recebeu os prêmios de Melhor Direção, para Adriana Vasconcelos, na Mostra Brasília do 52º Festival de Brasília Do Cinema Brasileiro e melhor atriz, para Ana Cecília Costa, no Overcome Film Festival.Mãe aborda a maternidade em suas nuances mais delicadas e profundas ao retratar três mulheres de uma mesma família que exercem o "ser mãe" de formas completamente diferenciadas. 

Uma é uma mãe maravilhosa, apesar de todas as circunstâncias traumáticas que envolvem a gestação de sua filha; outra não consegue ter uma relação afetuosa com a própria filha, mas exerce a maternidade com extremo esmero para com a neta; e a outra, apesar do desejo em ser uma mãe presente, não conseguiu exercer a maternidade em seu dia a dia. Mães, mulheres, que a vida direcionou para caminhos desvirtuados de seus desejos mais intensos.

O filme Mãe, também, aborda os abusos que as mulheres enfrentam em suas vidas cotidianas, gerando traumas e tragédias que se arrastam por toda uma vida. Em um momento em que os crimes contra as mulheres são tão assustadores em nossa sociedade, Mãe se mostra um filme absolutamente necessário. 

Elenco Principal:
Ana Cecília Costa, Sura Berditchevsky, Lisa Eiras Favero 

Elenco Coadjuvante:
João Antônio, Carmem Manfredini, Bruno Torres, Maria Eduarda Esteves, Raíssa Vasconcelos

 Direção:
Adriana Vasconcelos 

Roteiro:
Adriana Vasconcelos, Fernando Guimarães

 Fotografia:
Alexandre Magno

 Som:
Dirceu Lustosa, Marcos Manna 

Arte:
Ricardo Movits, Chicco Sassi

 Figurinos:
Nadine Diel 

Montagem:
Marcius Barbieri 

Título do longa-metragem (português): MÃE
Título do longa-metragem (Inglês): MOM
Duração: 82
Gênero: Ficção     
Formato de exibição: DCP

 Breve Bio/filmografia da diretora:

Diretora, roteirista, atriz e produtora com graduação em Cinema e mestrado em Arte pela Universidade de Brasília. Em sua carreira, Adriana, participou de diversos projetos audiovisuais pelo Brasil em diferentes funções, o que demonstra sua sólida formação. Tendo recebido prêmios de melhor direção, melhor filme, melhor roteiro em festivais pelo mundo afora.  Entre seus projetos mais autorais destacam-se, além do longa-metragem Mãe, os curtas Só Sofia (2004/16mm); Senhoras (35mm/2010) e Fragmentos (DCP/2014); filmes que foram premiados e participaram de importantes Festivais no Brasil e em países como Cuba, EUA, França, Portugal, Argentina, entre outros. 




Por @oblogueirooficial



SIGA NAS REDES SOCIAIS



CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE

VEJA TAMBÉM:

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

MODA: Podyh AW24

NEGÓCIOS: Franquias que faturam ainda mais no verão, conheça opções para diversificar (e esquentar) seus investimentos

NEGÓCIOS: Startups do Cubo Itaú recebem R$2,8 bilhões de investimento em 2023

NEGÓCIOS: San Paolo reforça time de marketing para acelerar expansão da marca no Brasil

MODA: C&A lança segunda coleção de jeans rastreável em parceria com o movimento Sou de Algodão

NEGÓCIOS: Dia Internacional da Mulher, 10 empreendedoras para conhecer e se inspirar

DECORAÇÃO: Com Casa 214, Boticário aposta em mercado em ascensão e anuncia a chegada de produtos focados em aromas para casa

TURISMO: Fairmont Rio de Janeiro anuncia a segunda edição do Fairmont Rio Golf Weekend

NEGÓCIOS: Skala Cosméticos recebe investimento estratégico da Advent