INCLUSÃO: Parque Dom Pedro exibe "Masha e o Urso, Diversão em Dobro" em sessão adaptada para crianças com distúrbios sensoriais

Imagem
Desenvolvida para o público neurodiverso, Sessão Azul inicia o ano no empreendimento neste sábado, 24, e todos pagam meia-entrada "Masha e o Urso: Diversão em Dobro" estreou recentemente nos cinemas brasileiros (Foto: Divulgação)   O Parque Dom Pedro, administrado pela ALLOS – a maior e mais inovadora plataforma de serviços, entretenimento, lifestyle e compras da América Latina –, realiza, neste sábado, 24, a primeira edição de 2024 da Sessão Azul, quando a sala de cinema é adaptada para receber crianças com distúrbios sensoriais diversos. Neste mês, o filme escolhido pelo público foi "Masha e o Urso: Diversão em Dobro". Na Sessão Azul, todos pagam meia-entrada e os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Kinoplex ou pelo site Ingresso.com .   Durante a Sessão Azul, a sala fica com as luzes adaptadas, o som mais baixo e a plateia pode se movimentar à vontade, durante toda a exibição. Também não há exibição de trailers comerciais antes do filme.

PESQUISA: Black Friday, mais de 60% dos consumidores buscam produtos com no mínimo 30% de desconto

"As pessoas já se programaram para esta data e já sabem o produto e marca que desejam. Isso traz uma vantagem para as empresas que já estão consolidadas no mercado"


   

       No Brasil, a Black Friday 2022 surpreendeu negativamente o mercado varejista online e apresentou queda de 28%, em relação ao mesmo período de 2021. Com R$ 3,1 bilhões em vendas, foi o pior resultado desde que a data foi importada dos Estados Unidos para o varejo brasileiro. "No ano passado, tivemos uma combinação de pontos negativos que, somados, impactaram todo o setor. Existia uma copa do mundo dividindo a atenção, a taxa Selic subia constantemente e o crédito ficava cada vez mais escasso e ocorria uma mudança de governo, que sempre gera cautela no consumidor", explica Roberto Jalonetsky, Diretor-Geral da Speedo Multisport, marca esportiva presente em mais de 4 mil pontos de vendas e 1 mil cidades de todo o país.

          Uma pesquisa inédita realizada pela Speedo Multisport, com 480 consumidores, sobre o comportamento deles na Black Friday, mostra que 71,5% dos entrevistados deixaram de comprar algo nos últimos meses para comprar durante a semana de descontos, enquanto que, outros 28,5% não mudaram em nada o seu hábito de compra. "Esses dados mostram claramente que o brasileiro espera o ano inteiro por esta data e reserva recursos financeiros para isso", ressalta.

          Um outro dado interessante da pesquisa é em relação a determinadas marcas. Do total, 81,2% pretendem comprar um produto de uma marca específica, mas 18,8%, comprarão produtos de forma aleatória. "Estes números demonstram que, no varejo, mesmo em um cenário turbulento, empresas já consolidadas tendem a levar vantagem, por dois motivos. O primeiro, pela confiabilidade na qualidade do produto. E em segundo lugar, pela sensação de pertencimento e ligação afetiva com determinadas marcas. Por exemplo, no nosso universo aquático, que detemos mais de 80% de share, é automático um nadador querer usar Speedo", ressalta.

          A pesquisa também avaliou qual o desconto mínimo que o consumidor exige durante a Black Friday, para realizar uma compra. Nenhum pesquisado respondeu que um desconto entre 10% e 20% seria suficiente para a tomada de decisão. Entretanto, para 10,7%, um desconto entre 20% e 30% já seria suficiente, enquanto que, para 27,8% esse desconto teria que ser entre 30% e 40%. Um dado que chama a atenção é que, para 32,2% o desconto precisaria ser entre 40% e 50% para valer a pena a compra e para 27,8%, buscam preços com descontos superiores a 50%. "Estes números mostram claramente que o consumidor está mais atento no momento da compra e busca fazer o seu dinheiro render mais. Por isso, nosso site está oferecendo descontos de até 60%", explica Jalonetsky.

          A pesquisa também avaliou o valor que o consumidor separou para gastar durante a Black Friday. Do total, 10,1% gastarão até R$ 100,00, enquanto que, 31,5%, pretendem gastar entre R$ 101,00 e R$ 250,00. O maior percentual ficou com os consumidores que pretendem gastar entre R$ 251,00 e R$ 500,00, atingindo 33,6% dos pesquisados, enquanto que, 11,5% separaram entre R$ 501,00 e R$ 1 mil. Somente 13,2% pretendem gastar mais de R$ 1 mil. "Apesar da instabilidade política e econômica, se pegarmos como base o salário mínimo, conseguimos observar que o brasileiro separou uma quantia razoável para aproveitar os descontos desta data. Isso mostra que, as empresas que possuem bons produtos e preço, surfarão melhor esta onda".

          A expectativa da Speedo Multisport é aumentar em 30% o faturamento no mês de novembro em relação ao mesmo período de 2022. "É fato que a economia do Brasil ainda não se recuperou, entretanto, é nítido que a confiança do consumidor está melhor em relação ao sentimento do ano passado. A taxa de desemprego caiu e aos poucos o dinheiro está voltando a circular. Tem um fato que ajudou muito o varejo esportivo. Após a pandemia, a prática de esportes e o foco na qualidade de vida, tornaram-se muito mais intensos na população brasileira. Por isso, estamos otimistas e temos certeza de que esta Black Friday será consideravelmente melhor que a anterior", finaliza Jalonetsky.

Pesquisa completa: https://docs.google.com/presentation/d/1hBslNq68c3kDqpecr251XSbDc2UMfOqMavrhXJwrxRg/edit?usp=sharing

 



CLIQUE AQUI E FALE COMIGO PARA DIVULGAÇÃO






MAIS ACESSADAS:

Tecnologia excludente

TECNOLOGIA: Modernização tecnológica contribui para sustentabilidade e melhora imagem de empresa para clientes e investidores

LITERATURA: Existe relacionamento perfeito?

NEGÓCIOS: Agrishow 2023

BELEZA: Especialista analisa os procedimentos estéticos dos participantes do BBB 23 "Exagerou"

Literatura empodera mulheres

NEGÓCIOS: Concretizando internacionalização, Agrotools anuncia diretor de operações na América do Norte

DECORAÇÃO: Design Dopamina

ENTRETENIMENTO: NFT.Brasil