O que você faz com as lâmpadas velhas?

Imagem
Entre 2017 e 2022, 33 milhões de lâmpadas foram recicladas no Brasil, número bem inferior aos 12 milhões importados para o Brasil. Foto: Divulgação     Você sabe o que fazer com as lâmpadas fluorescentes quando elas queimam e você precisa descartá-las? O questionamento é necessário quando sabemos que esse produto contém mercúrio - um dos elementos químicos mais perigosos para a saúde humana, e ainda presente em muitos outros objetos do nosso cotidiano, como termômetros antigos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) , a exposição ao metal pode acarretar uma série de problemas graves, desde danos cerebrais até complicações respiratórias. Apesar de muitos países terem proibido a fabricação e venda de itens contendo o material após a assinatura de um tratado chamado " Convenção de Minamata ", em 2013, ainda é comum encontrá-los em algumas residências, especialmente nas lâmpadas. Por isso, o descarte desses produtos ainda exige um olhar mais atento, e

Case de sucesso: Hospitais universitários investem na informatização de processos

Por meio de parceria estratégica firmada com a Pixeon, HC-UFTM e HCFAMEMA ampliam a qualidade da assistência oferecida aos pacientes e melhoram a gestão
 

A tecnologia tem sido cada vez mais utilizada visando tornar processos eficientes, contribuindo para ampliar a assistência no ambiente hospitalar.. Essa é a realidade do HC-UFTM (Hospital de Clínicas da UFTM - Universidade Federal do Triângulo Mineiro) e do HCFAMEMA (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília), que buscaram a Pixeon, empresa de sistemas de gestão para a saúde, para melhorar processos e aprimorar a integração entre os setores por meio do compartilhamento seguro de dados e informações dos pacientes.
 

Em diferentes estágios da jornada de eficiência hospitalar, ambas as instituições possuíam desafios comuns de gestão no dia a dia de suas operações. Muitos deles foram apontados no estudo 2024 Tech Trends in Healthcare: Insights to Attract and Retain Software Buyers realizado pelo Gartner com mais de 3.400 executivos espalhados por nove países distintos:

  • 42% afirmam que a aceitação e a formação do pessoal é o principal desafio que enfrentam quando planejam investimentos em um novo software;
  • A maioria das organizações de saúde leva de 3 a 6 meses para comprar um novo software: 92% dos compradores de software médico iniciam o processo de seleção de fornecedores criando uma lista restrita de 3 a 5 fornecedores, e 59% acabam por selecionar um fornecedor da sua lista inicial na maioria das vezes;
  • As análises de clientes (36%) e os testes de produtos (32%) são as principais fontes de informação para os compradores do setor da saúde quando pesquisam listas de fornecedores;
  • A segurança de TI é um dos investimentos em software mais importantes para as organizações de saúde no próximo ano.

Vale destacar ainda, que além disso, por se tratar de instituições públicas de saúde, existe uma preocupação latente com a retenção de pacientes e a otimização dos processos que envolvem o dia a dia hospitalar que também impactam diretamente nos ganhos de repasse monetário para atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
 

E para que ocorra ganhos e todos os setores se integrem de maneira correta, a palavra-chave é eficiência.

No que diz respeito à velocidade de implementação e facilidade de utilização, Elizandra Siriani, Física Médica do HC-UFTM destaca o comprometimento da Pixeon em solucionar um problema emergencial do hospital."O contrato foi assinado de maneira emergencial em outubro de 2022, quando estávamos encerrando um contrato antigo e prestes a perder acesso a todo o nosso histórico de imagens".
 

Anna Laura, Diretora de Serviços na Pixeon, destaca que a tecnologia deve ser uma aliada das instituições de saúde e, para isso, agilidade e comprometimento são essenciais para entregas concretas e eficientes. "Vivemos na corrida contra o tempo, pois os profissionais de saúde precisam garantir qualidade e segurança nos atendimentos, ao mesmo tempo em que oferecem resultados rápidos e precisos 24 horas, sete dias por semana. Falamos de sistemas que devem ser robustos para os desafios dessas grandes operações que ocorrem nos ambientes hospitalares. E nesse processo, ter a certeza de que o histórico dos pacientes estão protegidos é crucial para o avanço da saúde como um todo. A agilidade na implantação, correção e melhoria nas entregas que nós desenvolvemos é ponto chave, crucial neste processo todo".
 

Em meio a integração e migração de sistemas, a adoção da Central de Laudos, Pixeon Korus e o PACS Pixeon Aurora foi essencial para evitar perder o acesso às imagens e laudos dos pacientes. "A Pixeon assumiu a responsabilidade e realizou a integração com o sistema de gerenciamento hospitalar e os equipamentos de imagens, além de migrar o histórico de exames e laudos, demonstrando eficácia mesmo diante de contratempos como a queda de energia que afetou o armazenamento hospitalar durante o processo", conta Elizandra.
 

Tendência irreversível e benéfica para o mercado de saúde

No caso do HCFAMEMA, a recente parceria se propõe a solucionar obstáculos como a falta de integração entre sistemas, demora na entrega de laudos e dificuldades no compartilhamento de imagens médicas, a expectativa é que os processos se tornem mais eficientes no decorrer da parceria. "A implementação conjunta dos sistemas Pixeon Aurora, Central de Laudos e a facilidade no armazenamento das imagens em nuvem que o Aurora Drive permite, é um importante passo para melhorar a gestão de imagens médicas e o processo diagnóstico, elevando ainda mais a qualidade da assistência prestada aos pacientes", diz Felipe Clemente, CEO da Pixeon.
 

O HCFAMEMA segue em um processo contínuo que busca otimizar o fluxo de trabalho hospitalar e aumentar a qualidade dos serviços prestados ao paciente e, consequentemente, garantir mais segurança para seus pacientes. De acordo com a Dra. Paloma Libanio, superintendente da instituição, o processo de transformação digital do setor de saúde foi acelerado após a pandemia. "A necessidade de distanciamento social e a sobrecarga dos sistemas de saúde impulsionaram a adoção de soluções digitais, como telemedicina, prontuários eletrônicos e inteligência artificial. Três anos após o início da pandemia, os investimentos em digitalização continuam sendo essenciais para a sustentabilidade e a resiliência dos sistemas de saúde".
 

São diversas as soluções integradas que estão otimizando a rotina da instituição. O PACS Pixeon Aurora, reconhecido pela quarta vez pelo "2024 Best in KLAS PACS for Latin América", permite que a realização de exames e a emissão dos laudos sejam feitos de maneira mais eficiente, diminuindo a sobrecarga dos profissionais de saúde. Além disso, com a central de laudos, a instituição ganha facilidade no acesso às informações e também amplia a segurança. Isso é possível por meio do controle de dados e da gestão para mitigar falhas, o que ajuda a diminuir o impacto de possíveis falhas no atendimento aos pacientes. Tudo isso é realizado com o armazenamento das imagens em nuvem, utilizando o aurora drive.
 

O CEO da Pixeon ressalta que neste processo é essencial um investimento em interconectividade das soluções para que a jornada do cliente, seja ele o profissional da saúde ou os pacientes, seja simples e de fácil adoção. "A meta do HCFAMEMA é a meta da Pixeon. Assim, oferecemos todo o suporte necessário para que a rotina hospitalar tenha menos dores e mais oportunidades de melhorias".
 

Agilidade em números e segurança para o paciente

No HCFAMEMA, com a otimização dos processos, a agilização do fluxo de trabalho e a melhoria da comunicação entre os profissionais, a estimativa é que o hospital obtenha ganhos em eficiência, produtividade, segurança e satisfação do paciente. Em termos de eficiência, a instituição de Marília espera:

  • Reduzir o tempo de busca por imagens em 70%;
  • Agilizar o processo de diagnóstico em 50%;
  • Diminuir o uso de filmes radiográficos em 85%;
  • Reduzir o tempo de entrega de laudos em 40%;
  • E acelerar o processo de transferência de arquivos médicos em 60%.

Por conta da redução no tempo gasto na transferência de arquivos, por exemplo, a produtividade dos profissionais também deve aumentar, gerando uma capacidade de produção de laudos 30% maior. A comunicação entre os diferentes departamentos também deve ser impactada, permitindo uma colaboração mais eficaz entre os profissionais de saúde, o que também contribui para uma maior eficiência no tratamento dos pacientes.
 

A Dra. Paloma também destaca que a adoção do PACS proporciona uma maior tranquilidade em relação aos dados dos pacientes. "As imagens são armazenadas digitalmente e protegidas contra perda ou danos, garantindo uma maior segurança para os registros médicos. E a satisfação de clientes e profissionais da saúde também deve aumentar graças a esse processo".
 

No HC-UFTM, que trabalha com as soluções Pixeon há mais de um ano, os feedbacks dos profissionais de saúde foram positivos, destacando a facilidade de acesso e a intuitividade do sistema. "Observou-se ganhos de eficiência e produtividade, com a visualização das imagens e laudos em todos os computadores institucionais, evitando deslocamentos desnecessários e facilitando o uso das ferramentas pelos radiologistas e residentes".
 

Como próximos passos, Elizandra destaca a importância de avançar para a entrega de exames através do portal da instituição. "Somos um hospital de referência que atende 27 municípios e muitos pacientes possuem dificuldades para a retirada dos laudos e imagens. Dessa forma, pretendemos dar andamento para que os pacientes acessem os resultados de forma on-line. Com essa solução conseguiremos otimizar os processos de trabalho e melhorar a trilha diagnóstica do paciente", finaliza.
 


SIGA NAS REDES SOCIAIS:



CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE !


VEJA TAMBÉM:

Rita Cadillac grava vídeo pornô com criador de conteúdo adulto Jefão

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

Multishow e Globoplay transmitem "SOWETO - 30 Anos Ao vivo" nesta sexta (19)

"Acampamento de Magia para Jovens Bruxos" estreia no Gloob na próxima sexta-feira, dia 12

BBB: Análise das três últimas edições aponta diferenças no comportamento do público nas redes sociais

Ana Clara invade casa do Big Brother Brasil 24 após grande final no Multishow

MODA: Podyh AW24

Indústria brasileira desacelera diversificação do portfólio no primeiro trimestre

Vitrine de Inovações: Agrishow 2024 reunirá mais de 800 marcas expositoras nacionais e internacionais durante os cinco dias de evento

Novo Nordisk é a única farmacêutica presente no Web Summit 2024