NEGÓCIOS: Privalia convida Tico Canato para collab exclusiva de Toy Art

Imagem
Parceria une o poder da arte contemporânea e estilo de vida com o conceito de sustentabilidade e transformação. Foto Divulgação     A Privalia – hub que conecta consumidores a mais de 600 love brands nacionais e internacionais – ao completar 15 anos, evoluiu seu posicionamento com a inclusão de novos modelos de negócios, como o Privalia Ads - frente de retail media - e Brandsplace - marketplace da plataforma - e, para marcar esta evolução, trouxe o pilar de arte contemporânea para fortalecer a identidade da marca. Em uma iniciativa inédita, a empresa convidou o artista plástico Tico Canato para criar uma collab exclusiva que, além de reforçar o novo posicionamento, também relembra o principal conceito presente no DNA da marca: sustentabilidade e transformação.   O Toy Art, desenvolvido por Tico especialmente para a Privalia, é uma versão do seu personagem "Ondi", criado para expressar que as pessoas são uma junção de retalhos (histórias) e provocar reflexões s

O megavazamento de documentos do Google e as revelações sobre o uso de Inteligência Artificial nas buscas

*Por Alexander Coelho.

 

Recentemente, o Google enfrentou um grande vazamento de informações confidenciais, expondo mais de 2.500 páginas de documentos internos que detalham o funcionamento de seu algoritmo de busca. Este vazamento trouxe à tona várias questões importantes sobre transparência, privacidade e ética na coleta e uso de dados dos usuários. Vamos analisar essas revelações e suas possíveis consequências.
 

Os documentos vazados mostraram que o Google utiliza técnicas sofisticadas para rastrear o comportamento dos usuários, incluindo a análise do tempo que os visitantes passam em cada site e o uso de dados do Google Chrome para otimizar seus algoritmos de busca. Embora o Google tenha confirmado a autenticidade dos documentos, a empresa alertou contra suposições precipitadas e destacou seu compromisso com a integridade dos resultados de busca e a luta contra manipulações.
 

Sob a perspectiva da proteção de dados, essas revelações levantam questões críticas sobre a transparência e a ética na coleta e uso de dados pelo Google. A empresa coleta uma vasta quantidade de dados para aprimorar seus resultados de busca, e a exposição dessas práticas pode levar a um maior escrutínio sobre como esses dados são manejados e protegidos.
 

Um ponto que chamou atenção nos documentos internos vazados, é o foco na integração de IA. O Google planeja integrar IA mais profundamente em suas funcionalidades de busca, introduzindo um chatbot conversacional chamado "Magi" e visando tornar os resultados de busca mais visuais, personalizados e interativos. Esta mudança busca competir com as melhorias impulsionadas por IA no Bing da Microsoft e atender aos comportamentos de usuários que consomem mais conteúdo de forma rápida, como os vídeos curtos do TikTok.
 

Essa crescente integração de inteligência artificial nas buscas, exemplificada pelo novo chatbot "Magi", ressalta a necessidade de uma governança robusta para garantir que os dados dos usuários sejam utilizados de maneira ética e segura. Embora a IA possa proporcionar melhores resultados e experiências mais personalizadas, também levanta preocupações sobre a manipulação de dados e a potencial discriminação algorítmica.
 

De acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil e regulamentos similares como o GDPR na Europa, é imperativo que as empresas obtenham consentimento explícito dos usuários para a coleta de dados e sejam transparentes sobre como esses dados serão utilizados. A conformidade com essas regulamentações é essencial para proteger a privacidade dos usuários e fortalecer a confiança nas plataformas digitais.
 

Em resumo, é essencial que o Google e outras empresas de tecnologia implementem práticas de coleta e uso de dados que sejam transparentes, éticas e em total conformidade com as regulamentações de proteção de dados. A adoção dessas práticas não apenas assegurará a proteção da privacidade dos usuários, mas também fortalecerá significativamente a confiança pública nas plataformas digitais, promovendo um ambiente online mais seguro e confiável para todos.


*Alexander Coelho - sócio do Godke Advogados, advogado especializado em Direito Digital e Proteção de Dados. CIPM (Certified Information Privacy Manager) pela IAPP (International Association of Privacy Professionals). É membro da Comissão de Privacidade e Proteção de Dados e Inteligência Artificial (IA) da OAB/São Paulo. Pós-graduando em Digital Services pela Faculdade de Direito de Lisboa (Portugal).
 


Alexander Coelho é especialista em Direito Digital/Crédito: Divulgação/M2 Comunicação Jurídica







PARA ANUNCIAR CLIQUE E FALE COMIGO:


🇧🇷 SIGA O BLOGUEIRO OFICIAL DO BRASIL NAS REDES SOCIAIS:



CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE !




VEJA TAMBÉM:

Rita Cadillac grava vídeo pornô com criador de conteúdo adulto Jefão

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

POLÍTICA: ‘Segurança cibernética eficiente depende da colaboração de todos’, diz Juscelino Filho em seminário com lideranças mundiais

Ferragamo Hug Bag

SOLIDARIEDADE: ‘Sábado Solidário’ arrecadas mais de 40 toneladas de doações

MODA: Podyh AW24

INTERNET: Nizam publica foto totalmente nu e choca a web

AMANHÃ: Prêmio da Música Brasileira, saiba como assistir, quem são os indicados e artistas que se apresentarão no espetáculo

BRASIL BRAU: Abertura do evento apresenta Anuário da Cerveja 2024, perspectivas do mercado e lançamento solidário em prol do Rio Grande do Sul

Céu lança Novela